Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um quarto para as nove

Para entreter uns minutos do dia

Um quarto para as nove

Para entreter uns minutos do dia

Procura-se: solução para pessoa enfadada

Acordo porque o despertador toca.

Levanto-me porque se não venho trabalhar sou despedida.

Penso mil vezes em ligar a dizer que hoje tenho as cruzes todas fodidas e não me apetece tirar o lombo da cama, porque é uma espécie de um crime submeter o meu corpinho a isso.

Rogo pragas a quem me criou para ser uma gaja honesta e levanto-me. Calham a ter-me criado para ser uma trafulha hoje tinha ficado a descansar.

Faço o caminho para o trabalho com a leve sensação de que as estradas estão demasiado vazias e eu sou a única alma que vai arranhar hoje. Sento-me a trabalhar e só me apetece andar pela net e pensar na vida e nas coisas.

Passeio-me pelo Facebook e ando a ver da vida perfeita de algumas pessoas que já não vejo há anos mas achei boa ideia pedir amizade no facebook. Reencontros de merda porque se as pessoas quisessem ser amigas tinham continuado a ver-se. Dá-me a ideia que são aquelas ideias de cocó que se me acometem à mente quando estou com um copo a mais, ou isso ou quando estou em TPM e penso que o mundo pode desabar.

Há gente com putas de vidas com tanto amor e tanta coisa maravilhosa que me dá a ideia que nunca as conheci. Fecho aquilo, o meu irmão é que tem razão: o facebook dá cabo das vidas das pessoas, parece que começam a viver lá dentro e acreditam que a vida dos outros é mesmo assim, deixam mulheres e maridos, depois percebem que aquilo é tudo a fingir, às vezes estão mais na merda que nós.

Se formos a ver bem, não é diferente da minha vizinha do rés de chão, era a mais limpa de todas mas quando vendeu a casa até baratas tinha debaixo dos móveis.

Estes momentos do ano põem-me em reflexão ou o caralho mais isto. Fico como que presa nas certezas que os outros têm e na cabra cheia de dúvidas que aparento ser. Que não há meio de me decidir com as coisas.

Isto até dor de cabeça me dá.

Decido dar uma volta pela net. Tudo na merda, parece que ou se está calado ou se fala do rescaldo do natal - que é uma puta de uma festa que sim senhor! - ou se fala de resoluções ou então há entrevistas de merda com as perguntas de sempre, o mesmo chapa cinco já lido 1500 vezes. Uma pessoa fecha logo a página. Arroz outra vez!

Desculpem lá qualquer coisa, deve ser do amor do natal, ou do tempo esquisito ou o raio que me parta!

 

4 comentários

Comentar post