Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um quarto para as nove

Para entreter uns minutos do dia

Um quarto para as nove

Para entreter uns minutos do dia

Fora de horas #56

Foca-te!

Grita uma voz desesperada no fundo da minha mente.

Foca-te! Deixa os sonhos. Pousa as ideias. Liberta-te das vontades de coisas diferentes e abraça o cinzento do dia. Afinal de contas este é menos escuro, amanhã é feriado.

Presta atenção! Grita a voz abafada pelas nuvens que insistem em sonhar, pelo cansaço que persiste em lembrar que queria estar espraiada ao sol, pela fadiga mental do “arroz outra vez!”.

Faz-te à vida! Os sonhos não pagam contas e sem contas pagas a vida é um fio que se desfaz ao mais pequeno toque. Não tens perfil para nómada. Não tens estômago para parasita. Aliás, nos dias que correm nem estômago tens para o café. Mas a cabeça pede e sabe tão bem o cheiro.

Foca-te! Faz-te pratica. Termina as tarefas. Arruma o que está de pantanas e alinha as canetas ao lado do teclado.

Varre a poeira de casa. Os pelos dos rafeiros. Faz a lista de compras. Organiza-te.

Organiza-te! Grita-me a voz já sem voz. E eu dou-lhe ouvidos a espaços, numa frequência intermitente, daquelas que assemelha o som ao piscar de curto circuito de uma lâmpada que está para fundir.

 

1 comentário

Comentar post