Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Um quarto para as nove

Para entreter uns minutos do dia

Um quarto para as nove

Para entreter uns minutos do dia

Fora de horas #27

Eu, que sou pessoa para não gostar de ter a culpa sem o proveito, sinto-me tremendamente pressionada hoje por arranjar uma gaija e duas garrafas de tinto.

A elas dar-lhes umas nalgadas e uns apalpões e ao vinho manda-lo p'a baixo.

Depois lembro-me que também sou gaija e que se calhar havia era de ir comprar uns tamancos caros p'a calçar na sexta-feira à noite.

Odespois ocorre-me que entretanto já gastei o guito todo com tinto e copos e o diabo a quatro com uma boa taxa de alcoolemia e fico à espera do fim do mês.

Ou que se legalizem cá as drogas leves. Isto se calhar com um mil folhas quitado era coisa para uma pessoa entender lá o senhor do Eurogrupo.

Vai na volta foi isso, nós cá quando pedimos uma carcaça com fiambre a senhora pergunta "com ou sem manteiga?", lá deve ser "com ou sem chamon?", e desta vez ninguém perguntou ao senhor e vai-se a ver e deram-lhe uma carcaça quitada com uma meia de leite com cheirinho, que toda a gente sabe ser uma pinga de bagaço disfarçada.

E é isto, eles é que têm a Red Street, com as gaijas em escaparate, e nós é que gastamos dinheiro com elas. Deve ser com'ós galos de Barcelos, quem consome são os turistas.