Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um quarto para as nove

Para entreter uns minutos do dia

Um quarto para as nove

Para entreter uns minutos do dia

Apetecimentos momentâneos

Às vezes só me apetecia que me dissessem assim:

- Olha vamos fazer contas, sim?!

E eu, em vez de triste e desesperada sorria e retribuiria um:

- Já não era sem tempo!

Podia ser que assim, despojada da hipótese permanente de uma realidade aborrecida, frustrante e tipicamente normal, me atrevesse a fazer algo que me desse mais prazer. Tudo para não me arrastar pelos dias como as lesmas na lama.

Podia dizer que são sentimentos que se apoderam de mim nestes dias que dariam azo a uma ponte mas são dias de laborar. Podia. Mas não seria verdade. Porque este sentimento habita em mim num estado permanentemente aborrecido.

Às vezes chamam-me e a minha esperança bate, à espera que se tenham cansado de mim. Afinal não. Diz que os mouros nunca cansam.